PONTOS  DE  DOUTRINA  E  DA  FÉ QUE UMA  VEZ  FOI  DADA  AOS  SANTOS;

 1º ) Nós cremos na inteira Bíblia e aceitamo-la como infalível Palavra de Deus, inspirada pelo Espírito Santo. A Palavra de Deus é única e perfeita guia de nossa fé e conduta, e a Ela nada se pode acrescentar ou d’Ela diminuir. É, também, o poder de Deus para salvação de todo aquele que crê. (II Pedro, 121, II Tim., 3:16,17; Rom. 1:16);

2º ) Nós cremos que há um só Deus vivente e verdadeiro, eterno e de infinito poder, Criador de todas as coisas, em cuja unidade há três pessoas distintas: o Pai, o Filho e o Espírito Santo. (Ef. 4:6; Mat. 28:19; I João, 5:7);

3º) Nós cremos que Jesus Cristo, o Filho de Deus, é a Palavra feita carne, havendo assumido uma natureza humana no ventre de Maria virgem, possuindo Ele, por conseguinte, duas naturezas, a divina e a humana; por isso é chamado verdadeiro Deus e verdadeiro homem e é o único Salvador, pois sofreu a morte pela culpa de todos os homens. (Luc. 1:27,35; João 1:14; I Pedro 3:18);

4º) Nós temos conhecimento da existência pessoal do diabo e de seus anjos, maus espíritos que, junto a ele, serão punidos no fogo eterno. (Mat. 25:41);

5º) Nós cremos que a regeneração, ou o novo nascimento, só se recebe pela fé em Jesus Cristo, que pelos nossos pecados foi entregue e ressuscitou para nossa justificação. Os que estão em Cristo Jesus são novas criaturas. Jesus Cristo, para nós, foi feito por Deus sabedoria, justiça, santificação e redenção. (Rom. 3:24 e 25; I Cor., 1:30; II Cor., 5:17);

6º) Nós cremos no batismo na água, com uma só imersão, em nome de Jesus Cristo (Atos, 2:38) e em Nome do Pai e do Filho e do Espírito Santo. (Mat., 28:18,19);

7º) Nós cremos no batismo do Espírito Santo, com evidência de novas línguas, conforme o Espírito Santos concede que se fale. (Atos, 2:4; 10:45-47; 19:6);

8º) Nós cremos na santa ceia. Jesus Cristo, na noite em que foi traído, tomando o pão e havendo dado graças, partiu-o e deu-o aos discípulos, dizendo “Isto é o meu corpo, que por vós é dado; fazei isto em memória de mim”. Semelhantemente tomou o cálice, depois da ceia, dizendo: “Este cálice é o Novo Testamento no meu sangue, que é derramado por vós”. (Luc. 22:19,20; I Cor., 11:24,25);

9º) Nós cremos na necessidade de nos abster das coisas sacrificadas aos ídolos, do sangue, da carne sufocada e da fornicação, conforme mostrou o Espírito Santo na assembléia de Jerusalém. (Atos, 15:28,29; 16:4; 21:25);

10º) Nós cremos que Jesus Cristo tomou sobre Si as nossas enfermidades. “Está alguém entre vós doente? Chame os presbíteros da Igreja, e orem sobre ele, ungindo-o com azeite em nome do Senhor. E a oração da fé salvará o doente, e o Senhor o levantará; e se houver cometido pecados, ser-lhe-ão perdoados.” (Mat. 8:17; Tiago, 5:14,15);

11º) Nós cremos que o mesmo senhor (antes do milênio) descerá do céu com alarido, com voz de arcanjo e com a trombeta de Deus; e os que morreram em Cristo ressuscitarão primeiro, depois nós, os que ficarmos vivos, seremos arrebatados juntamente com eles nas nuvens, a encontrar o Senhor nos ares, e assim estaremos sempre com o Senhor. (I Tess., 4:16,17; Ap. 20:6);

12º) Nós cremos que haverá a ressurreição corporal dos mortos, justos e injustos, estes irão para o tormento eterno, mas os justos para a vida eterna. (Atos, 24:15; Mat., 25:46).

 OBS: A doutrina professada nas CONGREGAÇÕES CRISTÃS é resumida nesses doze artigos de fé, aprovados por todos os representantes das igrejas italianas de mesma fé da América do Norte e Canadá na convenção realizada em Niágara Falls – NY – EUA nos dias 30 de abril e 1º de maio de 1927 e revisado na Reunião Anual realizada em Chicago, Illinois, Estados Unidos, de 2 a 4 de julho de 1933. 

Nos anos seguintes, esses artigos de fé seriam adotados pelas igrejas no Brasil e Argentina.

Niagara falls, N.Y – local onde foi redigido os artigos de fé, era a igreja comum do Irmão ancião Massimiliano Tozetto, um dos autores dos hinários e redator dos artigos de fé (supra citados).

Essa igreja nunca foi ligada à Congregação Cristã no Brasil (CCB), todavia, esses artigos foram adotados por ela e permaneceram inalterados até o ano de 1995, quando alteraram os artigos 1, 2 e 5.

A CCN – Congregação Cristã Nacional adota os 12 pontos de Fé e Doutrina em seu texto original (supra citados), em respeito à memória dos irmãos redatores e, em especial, ao Espírito Santo que os revelou a seus servos nas convenções de 1927 e 1933, mantendo assim a comunhão com as demais Congregações e Assembleias Cristãs espalhadas ao redor do mundo.